Psicologia do Emagrecimento | Autoestima: como anda a sua?

autoestima

Autoestima é o conceito ou valor que atribuímos a nós mesmos e que pode ser afetado tanto por fatores externos como internos. É uma condição característica de cada indivíduo que é construída ao longo da vida com a ajuda dos pais/cuidadores. A autoestima não é estática, ou seja, ela pode ser construída, reforçada ou destruída dependendo dos acontecimentos da vida e das Perder o emprego ou alguém querido, terminar um relacionamento, estar acima do peso e muitas outras coisas mexem com a autoestima, mas não devem ser razões para torná-la definitivamente baixa.

Autoestima está relacionada com autoconfiança, que também é construída ao longo da vida, e ambas devem ser equilibradas e saudáveis. Claro que acontecimentos na vida podem afetar (e muito) a autoestima, mas a psicoterapia está aí para isso. Para recuperá-la ou reconstruí-la é preciso uma longa caminhada, mas que é muito possível. Um dos segredos para manter uma autoestima saudável é não achar que se sentir mal consigo mesmo é normal e nem arrastar os problemas achando que são passageiros. O ideal, sempre que algo é recorrente é se perguntar por qual razão aquilo está acontecendo e o que pode ser feito para sair dessa. Sei que não é tarefa fácil, por isso, mais uma vez, a psicoterapia é fundamental.

A baixa autoestima pode levar a sérios problemas físicos e emocionais como depressão, ideação suicida, descuido com a aparência, problemas de saúde, baixa imunidade, desânimo constante, aumento (na maioria dos casos) ou diminuição do peso. Por isso, trate de cuidar de sua autoconfiança diariamente. Vale um alerta aos pais, tios, irmãos mais velhos, avós… Ajudem a construir uma autoestima equilibrada nas crianças através da valorização de suas qualidades e jeitinho para lidar com seus “defeitos”, lembrando que, ninguém é igual a ninguém e essa é uma das Quer melhorar sua autoestima? Então confira algumas dicas que poderão te ajudar:

 Seja positivo em relação a si mesmo, à vida e seus acontecimentos. Lembrando que, ser positivo não é ser resignado, mas sim pensar que existem duas maneiras de encarar a vida: positivamente e negativamente;

 Ame a si mesmo e se valorize na aparência, valores, ações, atitudes, ideias e qualidades;

 Faça exercício físico regularmente: você não faz ideia da mágica que esta ação é capaz de fazer para a saúde de sua mente e sua autoconfiança. Não importa a atividade, o que vale é;

 Alimente-se bem. Os alimentos possuem inúmeros poderes para nossa saúde física e emocional. Pense na alimentação não apenas para emagrecer, mas, principalmente, como combustível para um corpo saudável;

 Durma bem. Tenha boas noites de sono reparador, atentando-se sempre para a quantidade de horas necessárias para cada um;

 Não se estresse à toa. Este item está relacionado com o primeiro, ou seja, só se preocupe ou direcione sua energia para o que realmente for importante e relevante. Para todo o resto;

 Tenha tempo para fazer aquilo que gosta. Com a vida corrida, é normal deixar aquilo que se gosta de lado, o que faz muito mal à autoestima. Por isso, se organize e se planeje reservando tempo diariamente ou semanalmente para aquilo que lhe dá prazer;

 Faça algo que beneficie o outro ou trabalhos voluntários. Ao fazer o bem a outras pessoas, alimentamos nossa autoconfiança;

 Se puder, evite pessoas, lugares e situações que não lhe agradam ou que lhe façam mal.

Carolina Ferriolli, 28 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Carola Duarte nas redes sociais:

♥ Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
♥ Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
♥ Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
♥ Twitter: caroladuarte
♥ Snapchat: caroladuarte
♥ Use as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte  #dicadacarola

Colaboradora de Conteúdo | Carolina Ferriolli e a Psicologia do Emagrecimento

Os alimentos que aumentam a sensação de felicidade

Alimentação balanceada e exercícios são a chave

Comer as coisas certas pode ajudar a controlar o humor, sabia? Alimentos ricos em ômega 3 e vitaminas podem aumentar os níveis de serotonina do cérebro e fazê-lo

pular de alegria.

1. Feijão

Rico em triptofano, um aminoácido que o corpo usa para impulsionar a produção de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

2. Castanhas

Elas estão no topo da lista dos alimentos que contêm selênio, mineral que ajuda a manter o bom estado de espírito e evita a depressão.

3. Pão e macarrão integrais

Esses carboidratos contêm vitaminas e são lentamente absorvidos pelo corpo, o que mantém estável o nível de açúcar no sangue, ajudando a equilibrar o nível de serotonina.

4. Folha verde escura

Couve, espinafre, rúcula e brócolis são ricos em ácido fólico, que está associado à luta contra o mau humor e a depressão.

5. Salmão

Peixes como salmão são ricos em gordura ômega 3, que ajudam a aumentar os níveis de serotonina.

6. Frutas cítricas

São compostas de vitamina C, que produz endorfinas que nos fazem sentir bem e melhora a capacidade do organismo em lidar com o estresse.

Carolina Ferriolli28 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Carola Duarte nas redes sociais:

Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
Curtam a Fan Page: /blogcaroladuarte
Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
♥ Snapchat: caroladuarte
Usem as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte  #dicadacarola

Colaboradora de Conteúdo | Carolina Ferriolli e a Psicologia do Emagrecimento

 

O peso da personalidade no sucesso das dietas

dieta-mat

Para a maioria das pessoas, emagrecer ou manter-se magro não é tarefa fácil. Nesse propósito, estão envolvidas questões narcísicas, familiares, sociais, genéticas, comportamentais, neuroquímicas e emocionais. Em meio a tantos fatores, todas as pessoas que já passaram pelo processo de emagrecimento sabem das dificuldades.

Dentre os desafios está a mudança de hábitos arraigados que levam ao acúmulo de peso. Apesar de todos, ou quase todos, saberem a “fórmula do sucesso” composto por reeducação alimentar + atividade física, por que alguns conseguem colocar em prática essa equação e outros não?

Um estudo desenvolvido nos EUA mostrou que, apenas um quinto das pessoas que perderam peso se mantém assim por pelo menos um ano. Recentemente, psicólogos começaram a observar traços de personalidade como variáveis críticas nessa complicada equação.

SE ALGUÉM É OTIMISTA DEMAIS, PROVAVELMENTE TERÁ MAIOR CHANCE DE AGARRAR MAIS UM PEDAÇO DE TORTA DE CHOCOLATE E DEIXAR DE LADO A CAMINHADA, PENSANDO QUE, DE QUALQUER FORMA, TUDO DARÁ CERTO NO FINAL.

A personalidade é importante para moldar o comportamento e pode também ser o fator mais forte de previsão de sucesso na perda de peso. Afinal, os traços pessoais afetam a motivação para reduzir o tamanho das porções, evitar alimentos gordurosos e se exercitar.

Estudos sugerem que, a tendência sem exagero ao otimismo, uma dose de sentimento de culpa e flexibilidade, que permite a busca pela inovação, contribuem muito para a capacidade de emagrecer. Vale ressaltar que, a personalidade não atua sozinha, é mais um moderador da motivação pessoal e das atitudes em relação à alimentação.

Os principais traços de personalidade identificados pelos pesquisadores dos EUA para o sucesso do emagrecimento são: pessoas inquietas, com tendência a se sentir culpadas pelos mais diversos acontecimentos e ligeiramente descontentes consigo mesma e com o mundo à sua volta, perderam mais peso do que os mais afáveis, com grande capacidade de aceitação, preocupados em se mostrar simpáticos e empenhados em ver o lado bom da vida sempre.

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS ÀS VEZES CONSIDERADAS NOCIVAS PARA O BEM-ESTAR, COMO A INQUIETAÇÃO, PODEM FACILITAR A LUTA CONTRA A BALANÇA.

Embora não possamos mudar totalmente nossa personalidade, é possível dosar certos aspectos e evitar alguns que atrapalham, através da psicoterapia. Justamente por isso, o acompanhamento psicológico é um diferencial importante quando o objetivo é eliminar peso e manter-se assim.

Conhecer o próprio funcionamento psíquico, as formas como nos defendemos do que nos incomoda, bem como nossos medos e desejos, muitas vezes pode ser tão útil quanto controlar as calorias dos alimentos ingeridos e praticar atividade física.

Carolina Ferriolli28 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Carola Duarte nas redes sociais:

Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
Curtam a Fan Page: /blogcaroladuarte
Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
♥ Snapchat: caroladuarte
Usem as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte  #dicadacarola

Colaboradora de Conteúdo | Odontologia Preventiva com Dra. Bruna Touron

A partir de hoje, a Dra. Bruna Touron da clínica odontológica CUIDE BEM DO SEU SORRISO, irá colaborar com conteúdos educativos e preventivos aqui no blog. O primeiro tema que ela vai tratar é sobre os cuidados da saúde bucal durante a gestação.

A importância na saúde bucal durante a gestação

11160673_953944104668183_2502886026518539292_n
Muito se ouve falar sobre os problemas bucais enfrentados pelas gravidas! Que a gravidez “estraga” os dentes ou prejudica a gengiva!
Durante esse momento, tão importante na vida das mamães, o corpo passa por muitas alterações, físicas e psicológicas, os grandes responsáveis por essas mudanças são os hormônios! Eles são os modulares que regulam a maior parte das atividades do nosso organismo! Quando são estimulados, como quando o óvulo é fecundado, é desencadeada uma serie de reações químicas nas células, que fazem com que os hormônios sejam produzidos em maiores ou menores quantidades do que normalmente eram produzidos. Isso tudo para que a mamãe passe pelas alterações necessárias para que o bebe cresça bem.
Esses hormônios, entre outras funções, regulam nossa resposta de defesa, que chamamos de reação inflamatória. Portanto um problema que num organismo saudável, ou sem essas alterações hormonais, não iria causar contratempos, numa gestante pode evoluir muito mais rápido, por exemplo uma carie, gengivite, periodontite ou entre outros.
Os problemas bucais enfrentados pelas gravidas geralmente vem de antes da gestação, o que acontece é que os hormônios intensificam os sintomas e aceleram a evolução! Existem algumas alterações que ocorrem apenas na gravidez mas são muito especificas, portanto a importância de um diagnostico adequado!
Estar em dia com a saúde bucal é sempre o melhor remédio!
Perguntas frequentes:
– Posso fazer limpeza durante a gravidez?
Sim, deve! O tratamento preventivo reduz a possibilidade de aparecerem problemas e ameniza os sintomas!
– O que não deve ser feito?
Deve-se evitar a tirar RX, anestesia e algumas medicações, tudo considerando o problema a ser tratado, a dor e com orientação do medico da gestante.
– Qual o melhor momento para o tratamento?
O segundo trimestre é o ideal para tratamento da mamãe, além de ela ja estar melhor quanto aos sintomas mais comuns do inicio da gravidez, o bebe ja passou pelas fases de formação embrionarias.

FAN PAGE: https://www.facebook.com/CuideBemDoSeuSorriso

CLÍNICA CUIDE BEM DO SEU SORRISO
Rua Comandante Marcondes Salgado 1738

Colaboradora de Conteúdo | Carolina Ferriolli e a Psicologia do Emagrecimento

Gestão do tempo e qualidade de vida

aaa-1389285109297_956x500

O tempo é uma commodity extremamente valiosa tanto na vida pessoal como profissional, como diz o ditado “tempo é dinheiro”. Portanto, utilizá-lo da melhor forma possível é um dos grandes desafios contemporâneos.

Nos últimos tempos, os assuntos mais comumente citados são estresse, falta de tempo e equilíbrio entre vida pessoal e profissional. A temática qualidade de vida, que engloba os fatores anteriormente citados, nunca esteve

tão em voga, apesar de, na prática, não ser tão facilmente colocada em prática.

Quem nunca ouviu ou falou: “Gostaria que meu dia tivesse 30 horas ou mais”? Nesse cenário, homens, mulheres e, infelizmente, crianças, travam uma batalha diária para conciliar tantos afazeres e responsabilidades em um dia de

apenas 24 horas. Em especial as mulheres, vivenciam mais dilemas na busca pelo equilíbrio entre vida pessoal e profissional, já que, precisam se dividir entre jornada de trabalho, filhos, marido, afazeres domésticos e elas mesmas.

Atualmente parece ser chique estar sempre estressado e sem tempo.

Quando alguém diz que está tranquilo logo pensam que a pessoa está de doente, de férias ou que perdeu o emprego. A sociedade atual associou carreira, trabalho e sucesso a estresse e correria.

As técnicas de administração do tempo são algumas das habilidades mais importantes que se pode aprender. Uma boa administração do tempo traz satisfação pessoal e profissional, mais produtividade e uma carreira mais

satisfatória. A habilidade de administrar o tempo abre espaço para as coisas que se considera importante como ser um bom pai, uma mãe presente ou abrir a empresa dos sonhos.

Uma boa administração do tempo envolve definir o que é importante e urgente, ter metas e objetivos, saber delegar funções que não precisem ser realizadas por você, utilizar ferramentas como agenda, celular e bloco de

anotação. Não utilizar muito tempo com redes sociais e e-mail também ajuda na gestão do tempo, além de manter ambiente de trabalho e casa sempre organizados.

Gerenciar o tempo é gerenciar sua própria vida, o que sempre envolve escolhas. Para tanto, é preciso estar disposto a assumir uma nova postura, abrir mão de certas coisas e priorizar outras e não adianta achar que vai ser

fácil, pois, mudar nem sempre é tranquilo, mas acredite… Valerá a pena!

Carolina Ferriolli28 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Carola Duarte nas redes sociais:

Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
Curtam a Fan Page: /blogcaroladuarte
Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
♥ Snapchat: caroladuarte
Usem as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte  #dicadacarola