MODA SUSTENTÁVEL: BRECHÓ EM RIBEIRÃO PRETO

Não sei vocês, mas eu amo um brechó. Acho incrível ter a possibilidade de comprar marcas que jamais teria acesso por um preço mais acessível! Em Paris não podia ver um brechó que já queria entrar…pena que sem falar o idioma fica difícil se comunicar com os parisienses!

O conceito de vender peças usadas surgiu na Europa e no Brasil no século 19. Na Europa se tornou popular devido ao caos gerado pelas grandes guerras. O termo brechó surgiu no Brasil por causa de um mascate chamado Belchior que vendia roupas e sapatos de segunda mão. Como seu nome era considerado complicado, passou a ser chamado de brechó.

Existem brechós em muitos lugares e aqui em Ribeirão Preto eu indico o Adorei Boutique Brechó (@adoreibrecho). Marcas famosas por um preço incrível! A curadoria impecável da Melissa e da Renata faz com que as peças, mesmo sendo usadas, pareçam novas.

Ontem fui até lá conhecer e fiquei encantada! Não conseguia parar de provar os looks! Vale muito a pena!

Vestido curto Linda de Morrer e sandália Luiza Barcelos Vestido longo Letage e sandália Arezzo

Camisa Le Lis Blanc, calça Carina Duek e scarpin Tufi Duek Chemise Oh, Boy, tênis preto Schutz, tênis colorido Asics…percebam a dificuldade de escolher um só!

Conjunto vermelho Letage e sandálias Luiza Barcelos Vestido Patachou e sandálias Via Uno

Blusa e short não são de marcas conhecidas, mas são lindos! A rasteira é Via Mia. Blusa Maria Filó e jeans sem marca conhecida, mas veste MUITO BEM.

Esses dois looks me deixaram apaixonada…não são de marcas conhecidas, mas são impecáveis.

Um mais lindo que o outro, não?