OS BENEFÍCIOS DA MANDIOCA + RECEITA DE GALETES CROCANTES

Muitas pessoas pensam que alguns alimentos são vilões porque fazem mal por ter calorias demais e esse pensamento não poderia ser mais equivocado! O que nos faz mal são os excessos. Todos os alimentos que a terra nos dá tem seus benefícios e se consumido de forma moderada, não faz mal algum. Um dos alimentos visto como vilão é a mandioca, que em alguns lugares também é chamada de macaxeira ou aipim. Eu amo mandioca, de preferência frita e não é sempre que eu consumo dessa forma, geralmente como cozida no sal e coloco um fio de azeite quando ela já está no prato. A única forma que não é indicada é consumir mandioca crua por risco de intoxicação.

Para provar que a mandioca não é nossa inimiga, encontrei 9 motivos para incluirmos essa belezura nas nossas refeições:

  1. MELHORA A DIGESTÃO;
  2. FAZ BEM AO CORAÇÃO;
  3. AJUDA A COMBATER ARTRITE;
  4. BOM PARA QUEM TEM DIABETES;
  5. FONTE DE ENERGIA;
  6. FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO;
  7. AJUDA A MELHORAR O HUMOR;
  8. FAZ BEM PARA A PELE;
  9. É INDICADO PARA GESTANTES.

Para ler todas as informações, clique AQUI. E lembrem-se sempre de ter um acompanhamento médico e de nutricionista!

E como meu jeito predileto de comer mandioca é frita, fiquei doida quando vi essa receita que tem cara de fritura, mas é feita no forno!!!! Essa é mais uma receita deliciosa da Rita Lobo e é perfeita para um aperitivo antes do almoço de final de semana.

INGREDIENTES

  • 500 g de mandioca
  • azeite a gosto
  • sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

MODO DE PREPARO

  1. Preaqueça o forno a  200 ºC (temperatura média). Unte o fundo de uma assadeira grande (de preferência antiaderente) com um pouco de azeite.
  2. Descasque e passe a mandioca pela parte grossa do ralador. Embrulhe a mandioca ralada num pano de prato limpo e dê uma leve torcida para secar. Transfira a mandioca para uma tigela grande, regue com ¼ de xícara (chá) de azeite e tempere com sal e pimenta a gosto. Misture bem com as mãos para envolver toda a mandioca ralada com o tempero.
  3. Para formar as galetes: coloque 2 colheres (sopa) da mandioca ralada na assadeira e achate levemente para formar um disco de 6 cm de diâmetro – não deixe os discos muito finos pois podem ressecar. Repita com o restante da mandioca, deixando espaço entre cada uma até completar a assadeira.
  4. Leve ao forno por cerca de 40 minutos até dourar – na metade do tempo, vire os discos para assar por igual. As galetes ficam douradas por fora, levemente macias no centro e crocantes depois de esfriarem. Retire do forno e deixe esfriar antes de servir ou armazenar.

Divina essa receita!!!!! Já quero fazer!

Carola Duarte nas redes sociais:
 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #blogcaroladuarte #dicadacarola

LOOK DA CAROLA + ALMOÇO PLANT BASED

Qualquer lugar que tenho que ir hoje em dia, tenho usado peças que comprei e nunca tive a chance de usar por conta da pandemia. Uma simples ida ao salão hidratar o cabelo e lá vai eu toda trabalhada na minha bota branca!

Aproveitei que estava na rua e já era hora do almoço para voltar no Café Despertar. Minhas escolhas foi o Grãomelete de Cogumelo, omelete feito com gão de bico, saladinha e suco verde. Delicioso!

Carola Duarte nas redes sociais:
 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #blogcaroladuarte #dicadacarola

BENFÍCIOS DO REPOLHO + RECEITA DE PANQUECA

Ah nem vem fazendo cara ruim porque repolho é delicioso de qualquer jeito, além de fazer muito bem para a saúde. Esse vegetal é da mesma família da couve, do brócolis e da couve-flor e pode ser encontrado nas cores verde, roxa, branco e vermelha (oh my nunca vi). O repolho é usado em uma infinidade de receitas podendo ser servido cru, refogado ou assado.

O repolho é um grande aliado da balança e da saúde. Uma xícara de repolho cru contém apenas 22 calorias além de proteína, fibra, vitaminas K, B6 e C, folato, manganês, cálcio, potássio e magnésio. Também possui vitamina A, ferro e vitamina B6 e folato, ambos importantes nutrientes para o funcionamento do nosso metabolismo e sistema neurológico. O vegetal também faz bem para o coração, tem poder antioxidante, melhora a digestão, regula pressão arterial e reduz nível de colesterol.

Vamos a receita da Rita Lobo que eu fiquei doida para provar. É um prato tradicional da cozinha oriental que deve ficar divino! Receita de Panqueca de Repolho ou Okonomiyaki.

INGREDIENTES

  • ⅓ de xícara (chá) de shoyu (molho de soja)
  • 1 colher (sopa) de molho inglês
  • 2 colheres (sopa) de vinagre de arroz
  • 3 colheres (sopa) de açúcar

MODO DE PREPARO

Numa panela pequena, misture o shoyu com o molho inglês, o vinagre e o açúcar. Leve ao fogo médio para cozinhar até ferver. Abaixe o fogo e deixe o molho reduzir por cerca de 10 minutos, até engrossar levemente — para verificar o ponto, mergulhe uma colher no molho, ele deve formar uma camada fina e brilhante, cobrindo as costas da colher. Transfira para uma tigela e deixe amornar enquanto prepara as panquecas.

PARA AS PANQUECAS

INGREDIENTES

  • 3 xícaras (chá) de repolho verde fatiado
  • ½ cebola
  • 2 ovos
  • ½ xícara (chá) de farinha de trigo
  • ⅓ de xícara (chá) de água
  • 4 talos de cebolinha
  • ¼ de colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 colher (chá) de sal
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • cebolinha fatiada a gosto para servir

MODO DE PREPARO

  1. Com um fatiador de legumes (ou mandolim) corte o repolho em fatias finas — vá passando o repolho pelo fatiador, com cuidado para não extrair o miolo central branco que é muito firme. Se preferir, descarte o miolo e fatie o repolho bem fino com a faca. Transfira o repolho fatiado para uma tigela, lave sob água corrente e seque bem numa centrífuga de saladas.
  2. Descasque e corte a cebola em meia-luas finas. Lave, seque e corte as partes branca e verde da cebolinha em fatias finas.
  3. Numa tigela grande, misture a farinha de trigo com o gengibre em pó, o sal e tempere com pimenta a gosto. Numa tigela pequena, quebre um ovo de cada vez e junte à farinha — se algum estiver estragado, você não perde a receita. Misture bem os ovos e a farinha com uma espátula de silicone. Adicione a água, aos poucos, mexendo bem até formar uma massa lisa.
  4. Acrescente o repolho, a cebola e a cebolinha e misture bem para envolver os legumes com a massa — parece pouca massa, mas não se preocupe, é assim mesmo, a ideia é os legumes ficarem bem evidentes nas panquecas.
  5. Leve uma frigideira antiaderente com cerca de 20 cm ao fogo médio. Quando aquecer, regue com 1 colher (sopa) de óleo e disponha metade da massa de panqueca. Com a espátula, distribua a massa e os legumes no fundo da frigideira, nivelando e pressionando levemente para formar uma camada uniforme. Deixe cozinhar sem mexer por 4 minutos, ou até a base dourar.
  6. Para dourar do outro lado: retire a frigideira do fogo e solte as laterais e o fundo da panqueca com a espátula. Cubra a frigideira com um prato e vire de uma só vez.
  7. Volte a frigideira ao fogo baixo, regue com ½ colher (sopa) de óleo e deslize a panqueca do prato para a frigideira, com o lado dourado para cima. Deixe cozinhar sem mexer por mais 6 minutos, ou até dourar. Transfira para um prato e repita o mesmo processo para fazer a segunda panqueca.
  8. Sirva as panquecas com o molho e cebolinha fatiada a gosto.

Carola Duarte nas redes sociais:
 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #blogcaroladuarte #dicadacarola

CUSCUZ MARROQUINO COM RABANETE

Vamos de receita do site que eu amo: Panelinha da Rita Lobo. A receita de hoje tem como estrela o rabanete. Aquela hortaliça “amo ou odeio”, originária do Sul da Ásia.

Com um gosto forte e bem ardidinho (hum, amo), o rabanete é um grande aliado da nossa saúde além de ter pouquíssima caloria. Rico em potássio, cálcio, magnésio, fósforo, cobre e zinco, o rabanete também é rico em fibras (o que ajuda no funcionamento do instestino) auxiliando no processo de emagrecimento porque dá aquela sensação de saciedade.

Esse vegetal é excelente para quem tem diabetes por ter baixo índice glicêmico e tem efeito diurético, o que ajuda a evitar infecções urinárias. Também é fonte de antocianinas que previne doenças cardiovasculares. O rabanete também é um grande aliado no ganho de massa magra porque é rico em proteínas. Também é fonte de vitamina C e do complexo B ajudando a manter a pele saudável e fortalecendo nosso sistema imunológico.

Bom, nem preciso falar mais nada sobre o motivo que devemos incluir essa deliciosa hortaliça na nossa alimentação. E a Rita Lobo tem muitas receitas usando esse vegetal. Escolhi o Cuscuz Marroquino com Rabanete e Hortelã porque é uma opção quente para os dias frios que estão chegando.

INGREDIENTES:

  • 5 rabanetes
  • 1 xícara (chá) de cuscuz marroquino
  • 1 xícara (chá) de água
  • 4 ramos de hortelã
  • azeite a gosto
  • sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • folhas de hortelã a gosto para servir

MODO DE PREPARO:

1. Com uma escovinha para legumes, lave bem a casca dos rabanetes sob água corrente. Seque e corte cada um em quartos.
2. Leve uma panela pequena com a água ao fogo alto. Quando ferver, adicione os ramos de hortelã, desligue o fogo e tampe. Deixe em infusão por 5 minutos.
3. Numa tigela média, coloque o cuscuz e tempere com 1 colher (sopa) azeite e ½ colher (chá) sal. Regue o cuscuz com o chá de hortelã quente, passando pela peneira, misture e tampe com um prato para abafar. Deixe hidratar por 5 minutos.
4. Leve uma frigideira ao fogo médio. Quando aquecer, regue com um fio de azeite e doure os rabanetes por cerca de 4 minutos, mexendo de vez em quando, até ficarem tostadinhos. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.
5. Solte o cuscuz com garfo, misture os rabanetes grelhados, acrescente folhas de hortelã e tempere com mais azeite a gosto. Sirva a seguir.

Carola Duarte nas redes sociais:
 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #blogcaroladuarte #dicadacarola

RECEITA DE HAMBURGUER DE FALAFEL E MAIONESE DE QUINOA

O Dia do Hambúrguer é celebrado em 28 de maio. Segundo a história mais conhecida sobre a origem da iguaria, por volta do século XVII, os moradores da região de Hamburgo, na Alemanha, faziam um bolinho de carne moída frita, que foi se aperfeiçoando com o tempo. A mudança no preparo pode ser vastamente observada hoje em dia por meio das várias hamburguerias existentes no Brasil, que oferecem diversas opções aos consumidores, incluindo alternativas com outras proteínas animais ou sem nenhuma delas para quem é vegetariano ou vegano.

A chef e nutricionista Camile Fiuza do Além da Mesa sugere a esse público e aos que preferem uma opção mais singular a preparação do hambúrguer de falafel (bolinhos fritos de grão-de-bico, originário do Oriente Médio) acompanhado de maionese de quinoa. As receitas utilizam produtos da linha Orgânicos da Vapza Alimentos – empresa que produz alimentos embalados a vácuo e cozidos a vapor – e são todos livres de conservantes. Aprenda a preparar os pratos:

Hambúrguer de Falafel

Ingredientes:

300 gramas de Grão de Bico Vapza;

2 colheres de sopa de azeite de oliva;

1⁄2 cebola roxa;

1 dente de alho pequeno;

1⁄4 de xícara de salsinha;

1⁄4 de cebolinha;

1 colher de chá de cominho em pó;

Pitada de canela e de sal;

2 colheres de sopa de farinha de aveia ou farinha de arroz.

Modo de Preparo:

Em um processador, bata bem o Grão de Bico Vapza e o azeite de oliva, até virar uma pasta. Depois despeje essa pasta em um bowl e reserve. Coloque todos os ingredientes restantes em um processador e triture bem, depois misture na massa de grão de bico, e mexa. Separe a massa em porções de 150gr, e modele com as mãos. Leve os hambúrgueres para assar em forno pré-aquecido 200° por 20-25 minutos, até estarem bem dourados e crocantes.

Maionese de Quinoa

Ingredientes:

1 xícara de Quinoa Branca cozida Vapza;

2 colheres de sopa de azeite de oliva;

1 dente de alho pequeno;

1 colher de sobremesa de mostarda Dijon (opcional);

Sal;

2 colheres de sopa de suco de limão (se usar siciliano, dá um sabor especial);

15gr de salsinha;

300ml de água (ou o quanto for necessário até chegar na consistência que deseja).

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador, bata, e vá adicionando a água aos poucos até ficar bem cremoso ou na consistência que você deseja. Deixe bater bem até virar um creme bem liso e os grãos de quinoa sumirem por completo. Coloque em um pote com uma vedação e mantenha sob refrigeração.

Dica: como é uma maionese que não leva ovo, tem uma validade maior, então se sobrar, dá para consumir sem medo.

*Pauta sugerida Grupo Excom Comunicação