Receita do Dia: Charutos de Folha de Uva

Gastronomia

A comida árabe é tudo de bom, não é? Eu amo e esses Charutos de Folha de Uva são de comer rezando de tão bom! Por isso não pensei duas vezes em compartilhar essa receita aqui com vocês!

receita-charuto-de-folha-de-uva-revista-casa-e-comida-blog-carola-duarte

Revista Casa e Comida

Ingredientes

½ kg de folhas de uva, pequenas e tenras (pode-se usar frescas ou em conserva);
½ kg de músculo, costela ou rabada em pedaços médios;
1 colher (sopa) de manteiga;
1 dente de alho socado c/ um pouco de sal;
Alguns dentes de alho inteiros e c/ casca (10 a 12);
2 colheres de sopa de essência de romã;
Sal.

Recheio

½ kg de carne bovina (capa de filé) moída;
1 ½ kg (250g) de arroz lavado e escorrido;
¾ de xícara de salsa picada;
½ colher (de café) de pimenta síria;
1 dente de alho socado c/ um pouco de sal;
1 colher (de sopa) de óleo;
Sal.

Modo de fazer

Em uma panela, refogar os pedaços de carne no óleo, com o alho, até dourar. Reservar na própria panela.
Lavar as folhas de uva e mergulha-las em uma panela com água fervente para amolecerem.
Quando a folha de uva for mais fibrosa, é necessário um tempo maior para seu cozimento.
Se forem folhas de uva em conserva, lavar varas vezes, até retirar o sal.
Retirar as folhas da panela e escorrer. Se forem grandes, corta-las ao meio, ao longo da nervura central. Retirar esta nervura e desprezar.
Abrir as folhas de uva, deixando a parte mais opaca para cima. Colocar o recheio*, no centro, uma colher (de chá) mais ou menos, dobrar as laterais, e dobrar em formato de charutinhos, pequenos e delicados. É importante ficar uma folga, pois o arroz vai inchar durante o cozimento.
Retirar a carne da panela onde foi dourada. Nela mesma, dispor os charutos em camadas, de forma radial, deixando um pedaço na parte central para colocar os pedaços de carne.
Colocar alguns dentes de alho com casca sobre a última camada e cobrir com um prato de louça, para que os charutos não boiem. Encher com água, colocar sal e a essência de romã.
Cozinhar em fogo brando, por aproximadamente, 1 ½ hora. Se necessário, acrescentar 1 ou 2 xícaras de água durante o cozimento.
Quando estiverem cozidos, adicionar a manteiga e o suco de limão, e desligar.
Servir quente acompanhado de coalhada seca ou ainda.

Agora as receitas que eu posto aqui no blog, também podem ser vistas no Goumert Lovers, um site super bacana que reune várias receitas tiradas de sites e blogs.

Receita de Penne com Provolone, Alho Poró e Tomate Cereja

Gastronomia

Gente que frio é esse? Eu estou congelando, com o pescoço duro e morrendo de dor de cabeça tudo por conta do frio. Como eu sofro, viu!

O lado bom das baixas temperaturas é que a gente se veste melhor e está sempre agarradinha com o love, né?

Eu amo comer uma massa e tomar um vinho gostoso nos dias mais frios e quando vi essa receita não resisti em compartilhar com vocês. Muito fácil, viu meninas?

Anota tudo aí!

receita-de-penne-com-provolone-alho-poro-blog-carola-duarte

Casa e Comida

 

 

Receita de Penne com Provolone, Alho Poró e Tomate Cereja

Ingredientes
120 g de penne (trigo duro) cozido em água abundante;
3 colheres (sopa) de tomates-cerejas cortados em 4 partes;
6 colheres (sopa) de azeite;
50 g de provolone defumado;
Sal a gosto;
1/2 maço pequeno de manjericão;
2 colheres (sopa) de cebola;
1 alho-poró pequeno fatiado finamente.

Modo de fazer
1 Corte o provolone em cubos e toste-os ligeiramente numa frigideira. Reserve.
2 Refogue a cebola e o alho-poró no azeite por 3 minutos. Acrescente o tomate e refogue por mais 1 minuto. Adicione 50 ml da água do cozimento da massa e o provolone. Corrija o sal e, com o molho já pronto, acrescente o manjericão, sem deixar ferver.
3 Adicione a massa já cozida no molho e sirva.

Panqueca de Ricota e Espinafre com Molho Branco da Rita Lobo

Gastronomia

Faz tempo que eu não publico as receitas da Rita Lobo, não é? Minha vida está tão corrida que eu não estou tendo tempo de me aventurar e me deliciar na cozinha. Meus livros de culinária estão abandonados. Enfim…é a vida.

Mas sempre que eu tenho um tempinho eu corro no site da Rita Lobo para conferir o que ela tem aprontado na sua cozinha. E essa panqueca de ricota e espinafre com molho branco já está na fila, assim que eu tiver um tempinho eu vou fazer.

Anota aí e se fizer, me conta!

receita-de-panqueca-de-ricota-e-espinafre-com-molho-branco-da-rita-lobo-panelinha-cozinha-prática-blog-carola-duarte

Para a massa:

Ingredientes:
1½ xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 ovos
1 colher (chá) de sal
Manteiga ou óleo de canola para untar

Modo de preparo:
No liquidificador, junte o leite, a farinha de trigo, os ovos e o sal. Bata até a mistura ficar lisa. Deixe descansar no próprio copo do liquidificador por no mínimo 20 minutos até 1 hora, em temperatura ambiente. Enquanto isso, prepare o recheio. Depois do tempo do descanso da massa (e com o recheio já pronto), aqueça uma frigideira antiaderente, de fundo grosso, de cerca de 22cm de diâmetro, e espalhe um pouquinho de óleo ou de manteiga. Dê uma boa mexida na massa. Com a mão direita (se você não for canhoto!), levante a frigideira e com a outra, regue a massa com uma concha média —  que  também serve de medida.

Faça um movimento circular com a frigideira de modo a cobrir todo o fundo. Coloque a frigideira sobre o fogo baixo e, quando as bolhas começarem a aparecer, com auxílio de uma espátula de borracha, vire a massa para dourar do outro lado. O processo todo leva menos de 3 minutos por disco. Transfira para um prato, espalhe mais um pouquinho de manteiga ou óleo na frigideira  e repita o procedimento, até terminar a massa. Rende de 10 a 12 discos.

Para o recheio:
Ingredientes:
500g de ricota fresca
1 maço de espinafre fresco
1 dente de alho
¼ de xícara (chá) de uvas-passas brancas
¼ de xícara (chá) de rum
1 colher (sopa) de azeite
Sal (a gosto)
Pimenta-do-reino (a gosto e moída na hora)

Modo de preparo:
Lave o maço de espinafre sob água corrente. Separe as folhas e deixe de molho por 10 minutos em água com solução desinfetante ou vinagre. Reserve os talos para outra preparação (picado e refogado fica ótimo). Numa tigelinha, misture as uvas-passas com o rum para hidratar. Reserve. Descasque e pique fino o dente de alho. Reserve. Numa tigela grande, amasse a ricota fresca com um garfo. Tempere com sal e a pimenta-do-reino moída na hora. Leve ao fogo médio uma frigideira antiaderente. Enquanto ela aquece, transfira as folhas de espinafre para uma peneira — assim, as eventuais sujeirinhas ficam no funda da tigela com a água. Coloque as folhas na frigideira e vá mexendo aos poucos, até que estejam macias — mas não totalmente murchas.

Transfira as folhas de volta para a peneira e pressione para retirar o excesso de água. O espinafre vai ficar mais crocante. Volte a frigideira ao fogo baixo, regue com um fio de azeite e junte o alho picado. Misture bem, sem deixar dourar, e tire a frigideira do fogo. Isso é importante para não ter perigo de o álcool pegar fogo e você se queimar. Junte as passas hidratadas e o rum. Volte ao fogo e misture até a bebida secar. Desligue o fogo e junte as folhas de espinafre. Tempere com o sal, pimenta-do-reino e misture o refogado à ricota amassada na tigela.

Para o molho branco:
Ingredientes:
1l de leite gelado
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de manteiga
Noz-moscada ralada
Sal (a gosto)
Pimenta-do-reino (a gosto e moída na hora)

Modo de preparo:
Numa panela grande, derreta a manteiga. Junte a farinha e mexa vigorosamente com a colher de pau, por cerca de 2 minutos. Essa misturinha é chamada de roux e serve para engrossar molhos em geral. Coloque o leite gelado de uma vez e, com a ajuda de um batedor de arame, misture bem, até levantar fervura. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, mexendo de vez em quando. No fim, tempere generosamente com noz-moscada, sal e pimenta-do-reino moída na hora.

Para a montagem:
Ingredientes:
¼ de xícara (chá) de nozes picadas
¼ de xícara (chá) de queijo parmesão ralado
Folhas de salsa fresca (a gosto)

Modo de preparo:
Preaqueça o forno a 180ºC (temperatura média). Coloque cerca de 2 colheres (sopa) do recheio na ponta da última panqueca da pilha. Enrole pressionando para que o recheio fique firme. Transfira para um refratário grande e repita o procedimento com os outros discos de panqueca. Regue as panquecas com cerca de ¾ do molho branco. O restante pode ser servido à parte. Salpique com as nozes e com o queijo parmesão ralado. Leve ao forno por cerca de 15 minutos ou até o molho começar a borbulhar e dourar. Sirva com as folhas de salsa fresca.

Comida de vó…existe coisa melhor? Conheça o projeto Delicatessen com Amor

Assuntos bacanas, Gastronomia

Eu não tive muito tempo com meus avós…infelizmente eles se foram quando eu ainda era criança, mas deixaram muitas lembranças boas. Lembro do doce de banana da minha vó Maria…hum…e do biscoito de polvilho da minha vó Salma. Gostosas lembranças.

Quando eu encontrei essas simpáticas vovós com suas deliciosas comidinhas, eu não resisti em compartilhar aqui. As fotos fazem parte do projeto do fotógrado, Gabriele Galimberte, que registrou em 58 países essas simpáticas senhoras e suas culinárias. A ideia é mostrar o antes e o prato finalizado.

O nome do projeto é Delicatessen com Amor…nada mais justo, né? Alguém aí duvida que o ingrediente principal da comida das avós é o amor???

O fotógrafo também esteve aqui no Brasil e registrou 3 simpáticas vovós brasileiras e o melhor é que são minhas comidas prediletas: feijoada, pastel de carne e o bom e velho arroz, feijão, bife e farofa.

delicatessen-com-amor-brasil-blog-carola-duarte

Ana Lucia Souza Pascoal, 53 Anos – Rio de Janeiro, Brasil
Feijoada

delicatessen-com-amor-brasil-sp-blog-carola-duarte

Maria da Penha Vito Barbosa da Silva, 43 Anos – São Paulo, Brasil
Pastel de carne

delicatessen-com-amor-brasil-blog-carola-duarte

Ivonete Tortoretti Correa, 64 Anos – São Paulo, Brasil – Arroz, farofa, feijão e carne

delicatessen-com-amor-tailandia-blog-carola-duarte

Boonlom Thongpor, 69 Anos – Tailândia
Kai Yat Sai – Recheado Omelete

delicatessen-com-amor-armenia-blog-carola-duarte

Jenya Shalikashuili, 58 Anos – Armênia
Tolma – Rolo de carne e arroz envolto em folhas de uva

delicatessen-com-amor-italia-blog-carola-duarte

Marisa Batini, 80 anos de idade – Itália
Raviola com acelga e ricota com molho de carne

delicatessen-com-amor-filipinas-blog-carola-duarte

Carmen Mijas, 70 Anos – Filipinas
Kinunot – Sopa de tubarão

delicatessen-com-amor-haiti-blog-carola-duarte

Serette Charles, 63 Anos – Haiti
Lambi ao molho crioulo

delicatessen-com-amor-ilhas-cayman-blog-carola-duarte

Maria Luz Fedric, 53 Anos – Ilhas Cayman
Iguana Honduras com arroz e feijão

delicatessen-com-amor-libano-arroz-com-lentilhas-blog-carola-duarte

Wadad Achi, 66 Anos – Líbano
Mjadara – arroz e lentilhas creme

delicatessen-com-amor-china-blog-carola-duarte

Pan Guang Mei, 62 anos de idade – China
Hui Guo Rou – Carne de Porco com legumes

delicatessen-com-amor-india-blog-carola-duarte

Graça Estibero, 82 Anos – Índia
Frango Vindaloo

delicatessen-com-amor-indonesia-blog-carola-duarte

Eti Rumiati, 63 Anos – Indonésia
Soto Betawi – Sopa de Carne com coco e legumes

delicatessen-com-amor-latvia-blog-carola-duarte

Inara Runtule, 68 Anos – Latvia
Silke – Arenque com batatas e queijo cottage

delicatessen-com-amor-malasia-blog-carola-duarte

Thilaga Vadhi, 55 Anos – Malásia
Nasi Nasi – Arroz de coco com legumes e anchovas secas fritas

delicatessen-com-amor-suecia-blog-carola-duarte

Brigitta Fransson, 70 años de idade – Suécia
Inkokt â Lax – Salmão cozido frio de e legumes

delicatessen-com-amor-turquia-blog-carola-duarte

Ayten Okgu, 76 Anos – Turquia
Karniyarik – Beringelas recheadas com carne de e legumes

No site você pode conferir a receita de todas as comidas.

Receita de Molho Cremoso de Castanhas para quem tem Intolerância a lactose

Gastronomia

Ei meninas, quem diria que um dia o ser humano iria apresentar alergia ao leite? Aquele líquido branquinho que nos acalma e mata a fome. Pois é…como diz minha amiga Lícia: “leite de vaca foi feito para bezerro e não para seres humanos”.

Eu sempre tive umas bolinhas no braço e ela sempre me disse que isso era alergia ao leite. Não dei bola, mesmo sabendo que o que ela estava falando era fato, porque não me imaginava sem o leite e seus derivados.

Massss, agora eu vou começar um super tratamento (vou contar em breve) e uma das etapas é tirar o leite totalmente da minha vida.

Fácil? Não, mas não é impossível. Muitas pessoas já vivem sem lactose e melhoraram não só alergias, mas de qualidade de vida.

Então, eu já fui em busca de sites de receitas gostosinhas para o meu caderninho de receita e hoje vou colocar uma aqui para vocês.

receitas-sem-lactose-alergia-alimentar-blog-carola-duarte-site-sem-lactose

Molho Cremoso de Castanhas

Ingredientes:

12 castanhas do Pará

1 e 1/2 xícara de água quente (não fervendo)

2 colheres de sopa de suco de limão

3 colheres de chá de levedo de cerveja

2 colheres de sopa de tahine

2 colheres de chá de cebola em flocos (desidratada)

2 colheres de sopa de amido de milho

Sal à gosto

Modo de Preparo:

Bata as castanhas no liquidificador por uns segundos até formar uma farofa

Coloque a água e os demais ingredientes no liquidificador e bata até a mistura ficar homogênea

Leve a mistura ao fogo baixo mexendo sempre até engrossar

Adicione a mistura ao seu prato favorito.

E aí, deu água na boca, não deu? No site Sem Lactose tem várias receitas gostosas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Carola no Instagram

Nenhuma foto encontrada no momento...