Turismo | 3 dias em Arraial do Cabo, o que você precisa fazer!

Publipost, Turismo, Viagens

Um dos principais destinos turísticos do Estado do Rio de Janeiro, a cidade litorânea faz parte da famosa Região dos Lagos, que conta ainda com Búzios e Cabo Frio. Há muito o que fazer em Arraial do Cabo em meio às belezas naturais do município, célebre por suas praias estonteantes.

As maravilhas do Caribe Brasileiro

Conhecida como o Caribe Brasileiro, Arraial está localizada a cerca de 165km da capital fluminense. O apelido realmente faz jus à cidade, que tem diversas praias verdadeiramente paradisíacas.

A Praia do Forno, por exemplo, já foi escolhida inúmeras vezes como uma das mais belas de todo o Brasil. Com águas cristalinas e areia fofa e branca, essa praia em Arraial do Cabo é perfeita para a prática de mergulho com snorkel.

O Paraíso do Atlântico, como Arraial também é chamada, tem uma área de preservação delimitada pelo Ibama, garantindo a proteção e a manutenção de uma biodiversidade abundante e variada.

Aliás, a cidade é uma das únicas do mundo em que ocorre o fenômeno natural da ressurgência, quando águas frias de regiões profundas, riquíssimas em nutrientes, chegam à superfície.

Além, disso, Arraial do Cabo também conta com bancos de areia, lagoas, restingas e lugares como a Gruta Azul, formação rochosa que compõe uma paisagem digna de cenário de cinema.

O que fazer em Arraial do Cabo

A atmosfera caiçara de Arraial do Cabo possibilita a realização de inúmeras atividades ao ar livre, como passeios de barco, caminhadas e trilhas, além de esportes aquáticos como stand-up paddle, surfe, kitesurfe e o já mencionado mergulho.

Em 3 dias na cidade, é possível conhecer várias atrações e aproveitar ao máximo o melhor que ela tem a oferecer. Confira algumas dicas para montar o seu roteiro:

Dia 1

No primeiro dia, aproveite para relaxar à beira do mar. Numa cidade que tem apelidos como Caribe Brasileiro e Paraíso do Atlântico, o que não falta são praias para todos os gostos:

Prainha

Pela manhã, aposte na Prainha. Considerada por muitos dos visitantes como a melhor praia para passar o dia na cidade, tem águas límpidas com temperaturas mornas, mais agradáveis se comparadas às águas frias das outras praias de Arraial do Cabo.

A Prainha não é muito extensa, mas ao longo de sua faixa de areia há diversos quiosques. Nessa praia também é possível fazer um passeio de banana boat.

Praia dos Anjos

Já no início da tarde, uma boa pedida é ir para a região Praia dos Anjos. Ela fica bem próxima ao centro histórico de Arraial do Cabo e é uma das mais famosas do município, já que em seu cais estão concentradas as embarcações que fazem os tradicionais passeios turísticos.

Apesar de não ser indicada para banho, possui uma excelente estrutura em seu entorno, com hotéis, pousadas e ótimos restaurantes. Aproveite e conheça a gastronomia típica da região, que é à base de frutos do mar, em restaurantes como o Pimenta Rosa e o Saint Tropez, localizados bem perto da faixa de areia.

 

De frente para a orla da Praia dos Anjos está o Museu Oceanográfico, um excelente programa para a tarde. O museu da Marinha Brasileira possui um acervo focado na biodiversidade marítima da Região dos Lagos, além de aquários e um simulador de ondas.

Praia Grande

No finalzinho da tarde, a dica de o que fazer em Arraial do Cabo é ir à Praia Grande. Oposta à Praia dos Anjos, é de fácil acesso e tem uma orla extensa com areia fofa, ideal para fazer caminhadas.

É nessa praia que está uma das mais incríveis vistas para o pôr do sol na cidade, e você poderá vê-lo no Mirante da Boa Vista, que fica a menos de 400m da orla.

A região da Praia Grande também concentra ótimos restaurantes e bares, perfeitos para fechar o primeiro dia na cidade. Um dos destaques é o Sol na Cozinha, que oferece uma culinária contemporânea com ingredientes frescos e variados.

Dia 2

Separe o segundo dia em Arraial para o passeio de barco, que é sem sombra de dúvidas o mais tradicional programa turístico na cidade.

Há diversas operadoras que oferecem o passeio em vários horários ao longo do dia. A dica é tentar garantir sua reserva logo nas primeiras horas, geralmente entre 9h e 11h da manhã, já que os passeios podem durar de quatro a até sete horas de duração.

As embarcações partem do cais da Praia dos Anjos e a maioria dos roteiros de barco contempla as seguintes regiões e atrações:

  • Ilha do Farol: a primeira parada é a Ilha do Farol, que abriga a praia de mesmo nome. A Praia do Farol é considerada uma das melhores de todo o Rio de Janeiro e foi classificada pelo INPE como uma das mais perfeitas de todo o país devido à pureza de sua água e à qualidade de sua areia, sempre branca e fofa.

A região é uma área de preservação ambiental, portanto os visitantes só podem acessar a praia por um curto período de tempo (de 30 a 45 minutos).

  • Fenda de Nossa Senhora: a próxima parada é na Fenda de Nossa Senhora de Assunção. Segundo a história contada há tempos pelos moradores, um pescador encontrou, no início do século 18, uma estátua de Nossa Senhora na fenda existente entre dois paredões de pedra.
  • Pedra do Gorila: a grande rocha recebeu esse nome por lembrar a face de um Gorila. Hoje em dia, a Pedra é um célebre ponto turístico da cidade e o Gorila rochoso é conhecido pelos moradores como o Guardião do Mar.
  • Prainhas do Pontal do Atalaia: em seguida, o passeio chega nas Prainhas do Pontal do Atalaia. Considerado por muitos visitantes como verdadeiramente paradisíaco, o local tem águas transparentes e é um dos pontos ideais para a realização de mergulhos.
  • Gruta Azul: o trajeto que leva até a Gruta Azul merece atenção, já que, não raro, muitas pessoas avistam golfinhos nas águas da região. A gruta em si é uma formação rochosa e contém um “salão” natural de 15m de altura.

A área que envolve a Gruta Azul é outro ponto propício para a prática de mergulho. Não é à toa que Arraial também é conhecida como a Capital Brasileira dos Mergulhos.

  • Buraco do Meteoro: também conhecido como Buraco do Meteorito, é uma das últimas paradas do passeio. A rocha tem esse nome pois, segundo a lenda contada pelos locais, um meteorito a acertou e formou o buraco que hoje é visto lá.
  • Enseada da Praia do Forno: o passeio termina na enseada da Praia do Forno, um dos mais conhecidos cartões postais de Arraial do Cabo.

A praia tem lindas águas calmas de um tom azul-esverdeado e costuma ser um pouco menos movimentada se comparada às outras. Há quiosques e barracas em sua orla.

Dia 3

A sugestão para a reta final da viagem é fazer uma trilha pela manhã e aproveitar o resto do dia na praia, terminando a tarde num dos mirantes da cidade.

Há diversas opções de trilhas com níveis de dificuldade variados.

Trilha da Praia do Forno

A Trilha até a Praia do Forno é a mais conhecida da cidade, e a Praia do Forno é tão incrível que vale a pena visitá-la mais uma vez. A trilha de acesso sai da Praia dos Anjos e tem cerca de 1,5km de percurso, o que leva, em média, meia hora de duração.

A primeira parte do trajeto é composta por uma subida um pouco íngreme em meio à mata densa. Há sinalização por toda a caminhada e, após a subida, o percurso é só de descida. Ao final, dá para curtir um dia inteirinho numa das melhores praias de Arraial.

A trilha tem uma dificuldade média e não é recomendada para pessoas que têm algum tipo de dificuldade de locomoção.

Trilha do Vigia

A Trilha do Vigia tem início na Praia Grande e dura cerca de 40 minutos. Leva até o topo do Morro do Vigia e proporciona uma vista espetacular da cidade. No percurso, é possível conhecer também a Ilha do Francês.

Essa trilha é composta por subidas e descidas, mas, mesmo assim, é considerada a mais fácil de todas.

Trilha da Praia Brava

A Trilha até a Praia Brava tem cerca de 1,5km e também é considerada relativamente fácil, apesar de ter alguns pontos de atenção especialmente ao final, que requer a descida de uma escadaria um pouco vertiginosa.

Essa trilha leva a uma das mais espetaculares praias de Arraial do Cabo: a Praia Brava, que tem grandes ondas e é ideal para a prática de surfe e kitesurfe. A faixa de areia dessa praia é o lugar perfeito para relaxar e para quem quer tranquilidade, já que geralmente não há muito movimento de turistas na orla.

Trilha das Prainhas do Pontal de Atalaia

A Trilha até as Prainhas do Pontal do Atalaia tem cerca de 6km de extensão e muitas subidas e descidas ao longo do percurso, que dura por volta de uma hora e meia.

As Prainhas do Pontal do Atalaia são a grande recompensa ao final da trilha. Apesar de o roteiro de barco do dia anterior passar por elas, o local é uma das principais dicas de o que fazer em Arraial do Cabo e também merece uma nova visita.

As Prainhas, divididas por uma formação de rochedos, têm uma orla limpa com barracas e quiosques, além de um visual incrível e ambiente familiar.

Mirantes

Para fechar sua viagem com chave de ouro, veja o pôr do sol em seu último dia na cidade em algum dos muitos mirantes existentes.

Além do já mencionado Mirante da Boa Vista, na Praia Grande, outras ótimas opções são o Mirante do Pontal do Atalaia, o Mirante da Praia Grande e o Mirante do Forno, na praia de mesmo nome.

Como é o clima em Arraial do Cabo?

O município possui clima tropical litorâneo, típico da região, e temperaturas que oscilam entre 20º e 29ºC ao longo do ano.

Os termômetros em Arraial marcam índices mais amenos de julho a outubro, época em que há também uma menor incidência de chuvas. Esse período, aliás, é um dos mais indicados para se conhecer a cidade.

De agosto a outubro, principalmente, a temperatura é agradável e o céu fica quase sem nuvens. Nesses meses, além das condições climáticas favoráveis, a cidade recebe um fluxo menor de visitantes, e os preços de hospedagens e de bares e restaurantes são mais baixos se comparados à alta temporada, no ápice do verão.

Como chegar

Para quem vem de carro, após chegar ao Rio de Janeiro o caminho mais indicado é passar pela ponte Rio-Niterói e seguir pela BR-101 até a Via Lagos. O percurso final é na RJ-140, que liga Cabo Frio e Arraial do Cabo.

Agora é só aproveitar o Caribe Brasileiro!

Tem mais alguma sugestão de o que fazer em Arraial do Cabo que não mencionamos aqui? Conta pra gente nos comentários!

Gostou das dicas? Compartilhe:

E você pode enviar essas imagens para o seu perfil no Pinterest. É só clicar em cima do ícone do PIN nas imagens e salvar nos seus painéis de inspiração.

Carola Duarte nas redes sociais:

 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte #dicadacarola

Beleza | 4 motivos para usar maquiagem natural

Achados da Carola, Beleza, Beleza Vegana

Essa semana inaugurou em Ribeirão uma loja de cosméticos naturais, a Belas Cosméticos. Estou encantada com os produtos, principalmente com as maquiagens. Já faz tempo que procuro marcas veganas para substituir as minhas. No blog da Belas Cosméticos tem 4 motivos para convencer a fazer essa substituição. Quer ver?

1. Ganhar uma pele saudável

Sua composição natural permite que a pele respire. Isso faz com que os poros fiquem sempre mais abertos, evitando o surgimento de cravos, espinhas, rosáceas ou quaisquer outras alergias provocadas pelas maquiagens convencionais.

2. Deixar sua pele nutrida

As maquiagens convencionais normalmente usam derivados de petróleo como a vaselina e os silicones. O acabamento na pele fica ótimo e há várias possibilidades de textura. Elas, no entanto, não possuem benefícios duradouros. Ainda favorecem o entupimento dos poros. (Falamos sobre eles acima).

Já as maquiagens naturais têm como base as manteigas e óleos vegetais. Eles possuem várias vitaminas e gorduras, que nutrem a pele e trazem a umectação necessária para tratar de nosso rosto enquanto ficamos bonitas. Legal, não é?

3. Uso de pigmentos naturais

Os pigmentos minerais ajudam a reduzir a oleosidade e doam micronutrientes para a pele. Alguns deles ainda promovem a homeostase, isto é, ajudam a manter o equilíbrio de várias características como a temperatura e a umectação.

As cores são estáveis, não desbotam e se mantém ao longo do uso. Além disso os pigmentos não reagem com a pele e não penetram no corpo (se não forem reduzidas a nanopartículas).

Por serem muito estáveis, é raríssimo causarem alergias ou formarem outros compostos.

Com os pigmentos usamos produtos 100% naturais. Contamos também com o bônus de serem ativos de rejuvenescimento e de tratamento para a pele.

4. Não judia dos animais

Apesar de nosso amor pela maquiagem ou nosso apreço pela beleza, temos vários substitutos naturais eficazes para as matérias-primas obtidas através de animais. Então podemos tratá-los de forma cada vez mais consciente.

A lanolina e os corantes vermelhos de cochonilha, por exemplo, fazem com que nossos rostinhos brilhem melhor do que muitos insumos de origem animal. Com o avanço da ciência também acreditamos que não há necessidade de testar nossos produtos em diferentes espécies.

Eu já comprei um batom (cor Creme Brulee) e estou apaixonada. Não só pela cor, mas pela cremosidade do batom.

Fica meu convite para vocês conhecerem a Belas Cosméticos.. A loja fica na rua Conde Afonso Celso, 583 – Jardim Sumaré.

E você pode enviar essas imagens para o seu perfil no Pinterest. É só clicar em cima do ícone do PIN nas imagens e salvar nos seus painéis de inspiração.

Carola Duarte nas redes sociais:

 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte #dicadacarola

Moda | Macaquinho

Look da Carola, Moda

Se tem uma peça de roupa que eu amo é o macaquinho. Além de ser fã de peças únicas pela praticidade, todos os modelos são charmosos. Esse modelo estou apaixonada. Tem várias cores e o preço é super acessível como todas as roupas da Lalilu Modas (@lalilumodas).

O brinco é da @biamoraesacessorios da coleção Viva Bahia e a rasteira da @lafemmeoficial. Ah e esse lugar incrível é a @pousadaperobarosa.

E você pode enviar essas imagens para o seu perfil no Pinterest. É só clicar em cima do ícone do PIN nas imagens e salvar nos seus painéis de inspiração.

Carola Duarte nas redes sociais:

 Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
 Curta a Fan Page: /blogcaroladuarte
 Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
 Twitter: caroladuarte
 Pinterest: caroladuarte
 Use as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte #dicadacarola

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Carola no Instagram

Nenhuma foto encontrada no momento...