Colaboradora de Conteúdo | Carolina Ferriolli e a Psicologia do Emagrecimento

#projetosemmedodobiquini, Bem Estar

 

O peso da personalidade no sucesso das dietas

dieta-mat

Para a maioria das pessoas, emagrecer ou manter-se magro não é tarefa fácil. Nesse propósito, estão envolvidas questões narcísicas, familiares, sociais, genéticas, comportamentais, neuroquímicas e emocionais. Em meio a tantos fatores, todas as pessoas que já passaram pelo processo de emagrecimento sabem das dificuldades.

Dentre os desafios está a mudança de hábitos arraigados que levam ao acúmulo de peso. Apesar de todos, ou quase todos, saberem a “fórmula do sucesso” composto por reeducação alimentar + atividade física, por que alguns conseguem colocar em prática essa equação e outros não?

Um estudo desenvolvido nos EUA mostrou que, apenas um quinto das pessoas que perderam peso se mantém assim por pelo menos um ano. Recentemente, psicólogos começaram a observar traços de personalidade como variáveis críticas nessa complicada equação.

SE ALGUÉM É OTIMISTA DEMAIS, PROVAVELMENTE TERÁ MAIOR CHANCE DE AGARRAR MAIS UM PEDAÇO DE TORTA DE CHOCOLATE E DEIXAR DE LADO A CAMINHADA, PENSANDO QUE, DE QUALQUER FORMA, TUDO DARÁ CERTO NO FINAL.

A personalidade é importante para moldar o comportamento e pode também ser o fator mais forte de previsão de sucesso na perda de peso. Afinal, os traços pessoais afetam a motivação para reduzir o tamanho das porções, evitar alimentos gordurosos e se exercitar.

Estudos sugerem que, a tendência sem exagero ao otimismo, uma dose de sentimento de culpa e flexibilidade, que permite a busca pela inovação, contribuem muito para a capacidade de emagrecer. Vale ressaltar que, a personalidade não atua sozinha, é mais um moderador da motivação pessoal e das atitudes em relação à alimentação.

Os principais traços de personalidade identificados pelos pesquisadores dos EUA para o sucesso do emagrecimento são: pessoas inquietas, com tendência a se sentir culpadas pelos mais diversos acontecimentos e ligeiramente descontentes consigo mesma e com o mundo à sua volta, perderam mais peso do que os mais afáveis, com grande capacidade de aceitação, preocupados em se mostrar simpáticos e empenhados em ver o lado bom da vida sempre.

ALGUMAS CARACTERÍSTICAS ÀS VEZES CONSIDERADAS NOCIVAS PARA O BEM-ESTAR, COMO A INQUIETAÇÃO, PODEM FACILITAR A LUTA CONTRA A BALANÇA.

Embora não possamos mudar totalmente nossa personalidade, é possível dosar certos aspectos e evitar alguns que atrapalham, através da psicoterapia. Justamente por isso, o acompanhamento psicológico é um diferencial importante quando o objetivo é eliminar peso e manter-se assim.

Conhecer o próprio funcionamento psíquico, as formas como nos defendemos do que nos incomoda, bem como nossos medos e desejos, muitas vezes pode ser tão útil quanto controlar as calorias dos alimentos ingeridos e praticar atividade física.

Carolina Ferriolli28 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Carola Duarte nas redes sociais:

Me siga no Instagram: @blogcaroladuarte
Curtam a Fan Page: /blogcaroladuarte
Se inscreva no canal no Youtube: /blogcaroladuarte
♥ Snapchat: caroladuarte
Usem as hastags: #projetosemmedodobiquini #blogcaroladuarte  #dicadacarola

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário


Tags permitidas: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>



O quê 1 pessoa comentou

  1. Thays

    Este fator da personalidade realmente deve ser considerado em todos os aspectos, inclusive nas dietas. Muito interessante.

Carola no Instagram

Nenhuma foto encontrada no momento...