Colaboradora de Conteúdo: Carolina Ferriolli e a Psicologia do Emagrecimento

Bem Estar

cheirar-comida-e1301078497951

Os estímulos e a alimentação

Pare e pense, sempre que você come é porque está com fome? Ou é porque ‘tem comida à disposição’, ‘está acostumado a comer’, ‘está sem fazer nada’, ‘tem o hábito de pensar olhando para dentro da geladeira’ ou ‘vai assistir televisão’?

Muito provavelmente você come mais pelas segundas razões e menos por estar com fome, correto? Em geral, nesses casos o ato de comer é automático e, portanto, é preciso que você identifique quais são os seus estímulos.

Para um comportamento ocorrer é preciso haver um estímulo antecedente e uma recompensa posterior. Como assim? É preciso haver um cheiro, por exemplo, ou uma das razões acima citadas e a recompensa é a sensação de prazer, por exemplo.

O que ocorre é que, a sensação de prazer é curta e o que vem logo após é o remorso e a culpa. Por isso, identificar os estímulos e mudar seus comportamentos são a chave para um emagrecimento saudável e para a manutenção do peso adequado a você. Para isso, algumas dicas são importantes:

lampadina120130121091727

  • Evite associar a comida a qualquer outra atividade prazerosa.
  • Quando estiver comendo evite fazer qualquer outra coisa como ler, assistir televisão ou conversar.
  • Coloque no prato apenas a quantidade que deve comer e não tenha mais à disposição.
  • Coma com consciência, ou seja, prestando atenção no que está fazendo, isso ajudará seu cérebro a perceber que está saciado.
  • Coma devagar.
  • Crie o hábito de comer de três em três horas, assim, não sentirá fome fora de hora e minimizará os efeitos dos estímulos que afetam sua fome.
  • Escute seu corpo. Fome causa efeitos físicos como dor de cabeça e ronco no estômago. Já a vontade de comer (apetite) não, além disso, em geral, na fome emocional sentimos vontade de um alimento específico (chocolate, pizza), na fome, sendo comida basta.
  • No supermercado não caia em tentação enquanto aguarda na fila, foque em seus objetivos e saúde. Além disso, evite ir ao supermercado quando estiver com fome.
  • Consuma alimentos que geram mais saciedade como os integrais e consuma muita água.
  • Faça atividade física, o que acelerará seus resultados, dando mais motivação para seguir em frente com seus objetivos.
  • Identificados os principais estímulos que afetam seu ato de comer, fuja dos que for possível, isso evitará que eles se tornem um hábito.
  • Lembre-se que, os resultados não virão da noite para o dia, portanto, é preciso consistência, persistência, foco e paciência que, em breve, os resultados virão esteticamente, emocionalmente e em sua saúde.

Carolina Ferriolli27 anos, psicóloga formada em Ribeirão Preto, com experiência em atendimento a crianças, adolescentes e adultos com demandas nas áreas escolar, familiar, casal, orientação profissional, transtornos alimentares, auxílio no processo de emagrecimento e autora do blog www.pensefit.com.br.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário


Tags permitidas: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>



Carola no Instagram

Nenhuma foto encontrada no momento...